Fale Conosco

 

* Campos Obrigatórios

 

A VERDADE SOBRE TREINAMENTO FUNCIONAL: o que você NÃO sabe e deveria saber para transformar o seu corpo”

A VERDADE SOBRE TREINAMENTO FUNCIONAL: o que você NÃO sabe e deveria saber para transformar o seu corpo”

“Você já percebeu que não está tendo resultados com o seu treino funcional? Já teve aquele sensação de que o tempo passa e os seus treinos continuam os mesmos? Muitas pessoas desistem do treinamento exatamente por causa deste sentimento de que estão fazendo algo errado. Mas, pior que isso, não sabem o que esta errado!

LOGO, você toma as atitudes que acha que vão resolver o problema: muda de academia, de profissional e até de atividade física. Outras pessoas pedem indicações, vão ao médico, leem revistas e acompanham celebridades… gastam horas e horas, acumulam muita informação mas ninguém resolve as suas duvidas !

Mas a verdade é que nada disso soluciona o problema. A grande verdade é que temos que ter boas fontes de informações para sempre avaliar os serviços que estamos contratando. “Mas, o que isso tem a ver com o Treinamento Funcional ?”.

TUDO ! Como a Educação Física é uma profissão muito nova (o curso de Educação Física da USP tem apenas 80 anos, aproximadamente) e é a pequena é a divulgação de bons conhecimentos científicos aplicados a prática, poucas são as pessoas que conhecem e aplicam corretamente o Treinamento Funcional.

Além disso, em um mundo conectado como o nosso, as informações imprecisas correm livremente através das redes sócias, recheadas de achismos, opiniões de celebridades, marqueteiros e leigos no assunto. Ou seja: Você dificilmente sabe o que é, realmente, Treinamento Funcional, e por isso, não pode se beneficiar desta técnica sensacional.

Assim, o nosso objetivo com esse post é ajudar VOCÊ, seja praticante ou profissional da área, a entender mais sobre a origem, a aplicação e como o Treinamento verdadeiramente Funcional pode mudar completamente os seus resultados e o de seus clientes!

O treinamento é dito funcional quando o seu objetivo é, simplesmente, fazer o corpo funcionar melhor! Isso mesmo ! Todo treinamento que melhora a mecânica corporal (como seu corpo se movimenta e/ou o seu metabolismo (como você gasta a sua energia), para a realização de qualquer atividade, tarefa ou esporte.

Assim, Treinamento Funcional é uma forma de pensar, programar e executar o treinamento.

Portanto a seção de treino, os exercícios e a intensidade do treinamento devem ser pensadas a partir desta ótica, pensando em melhorar a atividade ou movimento que se quer melhorar. Sendo assim, o treinamento funcional NÃO deve ser sinônimo de exercício livre, em grupo e de alta intensidade.

Logo, se você tem dor no ombro, o treino funcional irá melhorar a sua dor no ombro auxiliando a sua reabilitação.

Para se condicionar melhorar a sua performance no futebol, o treinamento funcional neste caso irá melhorar a sua resistência a fadiga, o seu sistema cardiorrespiratório, a sua mudança de direção, a sua técnica de corrida e se você quer ganhar muita massa muscular em pouco tempo as técnicas de bodybuilding vão ser as mais “funcionais” possíveis e assim por diante.

Ou seja, um especialista em treinamento funcional, deve ser um estudioso do corpo humano, pois não é possível propor uma melhora em um sistema de músculos, articulações e alavancas se você desconhece essa “máquina” em termos Biomecânicos e Fisiológicos / Bioquímicos. Seria o mesmo que consertar um problema de injeção eletrônica em seu carro sem ser um mecânico experiente.

Um Pouco da história dos fatos…

Antes da década de 50, praticamente todo treinamento era funcional, com exercícios calistênicos e de peso corporal que melhoravam a força corporal de uma maneira geral. Desde a Grécia antiga o homem buscava cargas mais pesadas que imitavam o gesto motor (movimento específico), o qual se queria melhorar, para ficar mais forte. Soldados treinavam com espadas mais pesadas, buscando um incremento de força de maneira específica.

Atletas de Boxe, Atletismo e ginástica olímpica não tinham equipamentos de musculação e desenvolveram muitas técnicas eficientes de treinamento, alcançando grandes êxitos físicos. Segundo Juan Carlos Santana após a criação dos primeiros equipamentos de musculação, a potência e a força dos atletas subiu a um outro patamar, superando recordes através do novo nível de performance atingido. Porém, as técnicas de fisiculturismo utilizadas para o desenvolvimento de atletas começou a gerar um problemas como o aumento de lesão e o aumento de massa magra além do necessário para o esporte, e com isso muito relatavam que “estavam pesados”.

Assim o Treinamento Funcional, com a sua nova perspectiva sobre o movimento humano e seu olhar preciso sobre o que é especifico para cada um, voltou a figurar como grande saída para atletas, pessoas que queriam se reabilitar ou perder peso.



Share This